domingo, 18 de outubro de 2009

"Se tens fé, acharás que o caminho da virtude e da felicidade é muito curto" (Quintiliano)

Muitas vezes escolhemos o caminho mais difícil, mais longo, mais trabalhoso e também mais doloroso. Isso para corresponder as nossas expectativas e reafirmar para nós mesmos que somos capazes de alcançar o que parece ser impossível. Nos dois últimos anos, passei boa parte do tempo agindo assim. Tracei os planos mais mirabolantes e que, ao mesmo tempo, me trariam realização em alguns setores da vida e tristeza em outros. Achava que seria importante para mim conseguir tais objetivos e que, apesar da solidão, da dor da saudade e a ausência, teria mais benefícios do que malefícios.
Já tinha praticamente definido dentro de mim que seria assim. Mas, de uma hora para outra, parei tudo e repensei. Foi quando me questionei: por que tenho que escolher o caminho mais longo, mais tortuoso? Por que preciso correr tantos riscos quando posso realizar muitos sonhos sem precisar abrir mão de tanta coisa? E por tudo redesenhei novas metas. Quero o caminho mais fácil, não por ser acomodada. Mas porque a vida é muito efêmera para projetar algo tão inquietante. Existem planos nossos que são planos de todos. Já percebeu isso? A depender da sua escolha, afetará a vida de outras pessoas, inclusive, as que mais amam você.
Como diz o título do post, "o caminho da felicidade é muito curto". É simples. É prático. É possível. Primeiro porque a felicidade tem que estar dentro de nós sempre. Precisamos buscá-la seja qual for a situação. Está difícil? Facilite. Está desesperada? Resolva o problema. Está sem dinheiro? Economize e corra atrás de novos trabalhos. Está se sentindo sozinha? Sinta a presença de Deus. Está com medo? Tenha fé e esperança. Está sem saúde? Busque ajuda médica e confie na força divina.
O que não dá é para desistirmos da vida, do outro e da felicidade. Vamos encurtar os caminhos e realizar sonhos grandiosos em qualquer lugar que estivermos. Fiquei feliz com a decisão que cheguei, porque ao invés de viver de futuro resolvi viver "de presente", literalmente... rsrsrs

Um comentário:

*Teresa Cristina* disse...

Oiee Gaby...gostei do post....mas este é um erro de tds nós que nos encontramos em busca de tentar acertar....nos projetamos tanto pro futuro que esquecemos que pra ele seja realmente de alegrias, temos q vivenciar o presente, é preciso sonhar sim, mas mantendo sempre os pés no chão..."Tudo é uma questão de manter a mente quieta, a espinha ereta e o coração tranquilo...."
Bjss e td de bom pra ti^^