quinta-feira, 11 de março de 2010

Pausa (...)

Quinta-feira, 11 de março de 2010. Hoje não quero pensar em nada que me estresse, que tire a minha paz, que me angustie. Hoje quero ser poupada de tudo o que me incomoda. De tudo o que foge ao meu controle. De tudo o que me tira do ar. Hoje quero apenas ouvir o silêncio das paredes, a solidão do telefone, o colorido da televisão. Hoje, na boa, quero somente ouvir o barulho do mar. Qualquer outra zoada será dispensável.  Ah e, por favor, as luzes apagadas. Assim é mais fácil adormecer.


Um comentário:

Janaina Costa disse...

Parabéns pela bela escrita.... Gostei MUITO do blog!
Beijos e lhe convido para o meu portal cultural.