domingo, 4 de maio de 2008

"Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores"

Aos finais de semana, é muito comum visitarmos amigos e parentes. Mas neste, em especial, aproveitei para fazer uma visita a mim mesma.Como assim? risos... Resolvi resgatar no presente o que fazia no passado, mas que, por algum motivo, deixei de escanteio. Comecei pela parte externa. Na sexta-feira dei uma hidratação profunda nos cabelos com um creme poderoso que comprei quando voltava de Buenos Aires. Com tanta tintura, meu bem, é preciso caprichar nas hidratações capilares, senão passo a ser a "rainha da floresta" com uma juba... Aproveitei para fazer a sobrancelha e cuidar da pele que sofre com a baixa temperatura. No sábado, foi a vez cuidar dos pés e assistir uma comédia romântica muito linda no Telecine Light, às 22 horas, enquanto meu maridão já dormia...

Já hoje, resolvi fazer as unhas. Simmmmm!!! Virei a minha própria manicure. Cá entre nós que além de ser uma terapia, essa técnica independente também ajuda a reduzir as despesas de casa. Aí você me pergunta. Sim... o que isso tem a ver com o seu passado? Eu sempre fui muito independente. Meus amigos sempre eram mais velhos do que eu e, por isso, acho que amadureci - em algumas coisas - bem cedo. Aprendi a me maquiar aos 11 anos. Na adolescência, eu mesma cuidava do meu cabelo e da pele. Na fase pré-adulta, optei por profissionais. Era um misto de preguiça e insegurança. Já saí muito chateada de salão com 1.521 "bifes" arrancados... Já saí também muito satisfeita com algumas escovas e unhas que fiz... Mas como toda aquariana que detesta obrigação e ama a liberdade, gosto de me permitir fazer o que der na telha.

Depois de uns três anos indo a salões de beleza, estou disposta a tirar um tempinho só para mim. Quando for a uma festa ou evento especial, obviamente irei em busca de um especialista. Fora isso... eu mesma serei a cabeleireira, manicure e esteticista... risos

E por falar em cuidar de mim, perceberam que o layout do blog está bem narcista, né? Mas nesse momento sinto vontade de algumas "autoafirmações", sabe? A faxina ainda não acabou... a bagunça continua! Entretanto, começo a me reconhecer. A olhar no espelho e falar: P.Q.P! Essa é a garotinha que eu conheço... ahaahahaha É vero! Quero sugar tudo o que tem acontecido em minha vida e peneirar o que nada me acrescentar. Quero mudar o interno e o externo. Quero equalizar a minha alma e unificá-la com esse meu sorriso metalizado...

Para embalar esse post, eu vou de Vander Lee.

Tô relendo minha lida, minha alma, meus amores
Tô revendo minha vida, minha luta, meus valores
Refazendo minhas forças, minha fonte, meus favores
Tô regando minhas folhas, minhas faces, minhas flores
Tô limpando minha casa, minha cama, meu quartinho
Tô soprando minha brasa, minha brisa, meu anjinho
Tô bebendo minhas culpas, meu veneno, meu vinho
Escrevendo minhas cartas, meu começo, meu caminho
Estou podando meu jardim
Estou cuidando de mim

Um comentário:

edna aquino disse...

ADOREI A ESCOLHA DA MÚSICA DO VANDER LEE..TUDO A VER...VALEU!